Faça seu Login

Estórias de Assombrações

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estórias de Assombrações

Mensagem por Marcos A em Seg Maio 10, 2010 8:09 pm

Apesar de vivermos nos grandes centros, ainda hoje é possível constatar que tem pessoas que acreditam nas estórias de assombração, entretanto, prefiro achar que fazem parte do imaginário popular, especialmente se as pessoas que se impressionam com certos fatos, quando não conseguem explicações para desvendá-los.
Falar que pesco na represa Capivari Cachoeira, não é nenhuma novidade, como o local é cercado de mata nativa, durante a noite, sempre se escuta ruidos estranhos, que ao me ver, são de pássaros que dormem nas árvores acima dos pesqueiros, a movimentação de aves noturna como a coruja, que vai á caça de roedores que se encontram nas capoeiras, etc.
No início de março, em mais uma pescaria, escutei um gemido extranho vindo do pesqueiro do colega ao lado.
Achando que ele podia estar com alguma dificuldade, perguntei:
E aí companheiro, tá com algum problema, precisa de ajuda?
Não houve resposta, então insisti.
Ele respondeu: O que você quer?
Disse: nada, porque você estava gemendo?
Ele: Eu não, achei que fosse você.
A coisa ficou por isto mesmo, continuei pescando, mais aquilo me deixou "encucado".
Na noite seguinte, depois da janta, comentei com meus amigos de pesca sobre o fato ocorrido na noite anterior e aí rolou os papos de assombração.
Um deles contou a estória em que um amigo nosso, também ouviu tais gemidos em ouitra ocasião, que saiu do pesqueiro para ver o que era e depois de illuminar as redondezas e nada viu, ficou impressionado, subiu para o carro dormir e no outro dia, se mandou logo que clareou o dia.
Aí outro comentou: Que soube que lá no local, em algumas noites, aparece fantasma ou almas penadas, que morreram afogadas e vem próximo aos pescadores.
Papo daqui e de lá, até que todos nós fomos aos nossos pesqueiros.
Por coincidência, nesta outra noite, novamente os tais gemidos, então saí do pesqueiro e fui verificar.
Descobri o fantasma: é um cachorro abandonado que fica nas redondezas e como sempre tratamos dele, ele fica por perto e quando dorme, sabe çá porque, emite aqueles gemidos.
Na manhão seguinte, contei o fato aos colegas, mais percebi que alguns não acreditaram.
Moral da estória: Nas demais pescarias sempre dizia aos impressionados:
CUIDADO CARA, ESTA NOITE VOCÊ VAI DAR DE CARA COM UM FANTASMA.
Apesar de ser gozação, sempre um ou outro, acabava acreditando e era o primeiro a ir dormir no carro. Pode?
Marcão.

Marcos A
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum